O mundo está cheio de garotos que se barbeiam


Posted on September 22nd, by vinicius.m.pimentel in Artigos, Blog, Cultura, Destaque, Mark Driscoll. 2 comments

O mundo está cheio de garotos que se barbeiam

O mundo de hoje está cheio de garotos que se barbeiam

Historicamente, um rapaz passava por duas fases na vida: menino, depois homem. A transição da criança para adulto estava relacionada com cinco variáveis sociais que aconteciam quase sempre simultaneamente ou em um período curto de tempo: Deixar a casa dos pais (Gênesis 2.24); terminar os estudos (ou treinamento vocacional); começar um trabalho que definiria a carreira, não apenas um temporário; conhecer uma mulher, amá-la, honrá-la, cortejá-la e então casar-se com ela; ter filhos com ela.

Mas veja o que aconteceu. Ao invés de sair da infância para a vida adulta por meio dessa sucessão de transições sociológicas, nós criamos algo chamado adolescência. É um terceiro estágio, entre o menino e o homem. Não sabemos como chamá-los, então chamamos de garotos. São os garotos que se barbeiam.

Hoje, a adolescência começa por volta dos doze anos e continua indefinidamente. Não há um fim claro para ela. O problema com a adolescência é que os garotos não sabem quando finalmente crescerão para se tornarem adultos, e não há pressão sobre eles para que isso aconteça.

É quando você faz 16 e pode dirigir? Ou 18, e pode votar e ingressar no exército? Ou 21, quando você pode beber? ¹. É quando você sai da faculdade após estudar lá por 7 ou 8 anos? É quando você se casa? Quando tem filhos? Quando compra um imóvel? Ninguém sabe. Assim, sobra uma adolescência indefinida e uma epidemia da Síndrome de Peter Pan onde homens querem ser meninos para sempre.

Para onde você vai? Vá a Escritura. Em 1 Coríntios 11.7, Paul diz que um homem é “imagem e glória de Deus”. Ele deve refletir a verdade, a bondade, o amor e a misericórdia de Jesus, seu Deus e Salvador. Ele é a glória de Deus. E eu ainda tenho esperança nesses garotos. Quando vejo um garoto, não vejo um viciado em pornografia, rato de internet, jogador de World of Warcraft², um daqueles garotos que se junta com mais outros 20 garotos e pagam 5 reais por mês pelo aluguel de um apartamento e comem pizza o dia inteiro e chama essa situação de bar mitzvah³.

Eu tenho fé nesses garotos porque eles são a glória de Deus. Eles são a glória de Deus. Obviamente, há alguma coisa a ser feita, com certeza. Mas vocês homens são a glória de Deus. E Deus quer que sua glória brilhe através de vocês. Deus quer que seu reino seja feito visível através de vocês. Deus quer que vocês sejam seus filhos. Deus quer que vocês, pelo poder do Espírito Santo, sigam o exemplo de Jesus, e atentem para o exemplo de João.

Não me importo se você comprar uma picape, ou se joga videogame e arrasa na guitarra. Eu realmente não me importo. O problema é quando essas coisas prevalecem, predominam e são preeminentes na sua vida. Alguns garotos podem vir argumentar comigo e dizer “nada disso é pecado”. Não, mas às vezes é idiota. É bobo. Totalmente bobo. Você é despedido porque perdia tempo no trabalho tentado subir de nível para se tornar líder do clã4. Isso é bobeira. Totalmente bobo. Você trabalha apenas meio período para poder tocar mais guitarra. Isso é bobeira. Totalmente bobo. Você gasta todo seu dinheiro em um carro novo, brinquedos, eletrônicos, apostas ou bolão do campeonato de futebol. Bobeira. Alguns vão dizer “nada disos é pecado”. Comer a grama que você deveria aparar também não é. É só idiota. E também não vai te levar a lugar algum. Há um monte de coisas que garotos cristãos fazem que não é errado, é só idiota.

Vocês são a glória de Deus. O que significa ser um homem? João é um grande exemplo. Ele não gastou sua juventude fazendo download de pornografia, estourando a conta do cartão de crédito, passando sete anos na faculdade, tentando ser o rei das apostas de futebol ou basquete, determinado a beber cada vez mais latas de cerveja no happy hour e conquistar mais mulheres que todos os outros garotos para mostrar que é um homem de verdade. Isso não tem nada de homem. Só de garoto que se barbeia.

João nos mostra o que é um homem de verdade: ele era cheio do Espírito. Ele humildemente prepara o caminho para Jesus. Um evangelista que segue a carreira de levar outras pessoas a Jesus. Um homem que sempre dá mais do que recebe. Um produtor, não um consumidor.

Homens, vocês devem ser criadores e cultivadores. Se vocês querem ser imagem de Deus, seu Deus é criador e cultivador. Você cria um casamento e o cultiva com sua esposa. Você cria uma criança com ela, e a cultiva. Você cria o legado de uma nova família que durará gerações e o cultiva. Você cria uma carreira e a cultiva. Você cria um ministério e o cultiva. Você deseja ser um homem? Seja um criador e cultivador. Seja um produtor, não um consumidor. Seja um doador, não um recebedor. Traga vida, não morte.

Esse não é o caminho mais fácil. É o caminho que mais glorifica a Deus. Trilhe esse caminho, como João trilhou.

¹ Regras dos Estados Unidos
² Jogo de computador jogado via internet
³ Ritual Judaico tradicional de transição
4 Situações do já citado World of Warcraft

Traduzido por Filipe Schulz | iPródigo.com | Original aqui





  • http://www.lifeschooled.com Daniel Gardner

    Um brilhante texto!

  • Fellyp Cranudo Vieira

    Wonderfull…



Blog

ESTAMOS EM TESTE. Tentar substituir essa área por 1 post.

Evangelismo dia a dia

teste teste teste

Keller fala sobre porque o termo “missional” é importante.

Por: Jay Bauman

Vivendo no Brasil, não costumamos usar os termos “missional” e “contextualização do evangelho” com tanta frequência, mas creio que...

6/6 Desenvolvendo Líderes

Por: Filipe Niel

Filipe Niel, integrante de nossa equipe, pergunta a Mark Driscoll, em entrevista exclusiva para a Tempo...

[5/6] – Esposas de Pastores Pastoreando seus Maridos

Por: Filipe Niel

Filipe Niel, integrante de nossa equipe, pergunta a Mark Driscoll, em entrevista exclusiva para a Tempo de Colheita, sobre...

[4/6] – Aprendendo com Pastores mais Experientes
Mark Driscoll, em entrevista exclusiva, responde como ele consegue gerenciar a vida pastoral e a realização de grandes eventos.
[3/6] – Download de Pregação e Aconselhamento Bíblico
Mark Driscoll fala sobre pessoas que baixam pregações, mas se recusam a fazer parte de uma igreja e sobre aconselhamento bíblico.
[2/6] – Vida de Pastor e Grandes Eventos
Mark Driscoll, em entrevista exclusiva, responde como ele consegue gerenciar a vida pastoral e a realização de grandes eventos.
[1/6] – Gratidão e o Testemunho de Mark Driscoll
Filipe Niel pergunta a Mark Driscoll, em entrevista exclusiva para a Tempo de Colheita, sobre o testemunho de vida dele
John Piper – A Natureza da Fé
John Piper nos desafia a abandonar uma visão mecânica de fé - confirmação puramente assertiva de crer em Cristo - para uma fé viva...
O que é a Fé? (John Piper)
John Piper fala sobre uma das característica da fé baseado no texto de Hebreus 11:8.
Combatendo o Legalismo com a Cruz (C.J Mahaney)
A doutrina da justificação deve ser constantemente reforçada e revisitada, como Martinho Lutero estava bem ciente. Seu duro conselho: “Bata com isso em suas...
Justificados Pela Fé Somente (John Piper)
John Piper explica a doutrina da justificação pela fé somente, o centro do Cristianismo, que o diferencia de todas as outras religiões.